Impacto social & valores

 

Flor da Mata

1. ALIAR tradição e modernidade : Flor da Mata pretende dar uma nova vida a este tecido tradicional que foi deixado para trás pelas novas gerações nos últimos anos. A verdadeira chita é caracterizada pelas estampas florais num tecido chamado "morim" (um algodão trançado), e usa apenas cores primárias e secundárias e serigrafia. Este tecido que nasceu junto com o Brasil tornou-se uma forte identidade cultural ao longo do tempo. 

2. COMBINAR os recursos locais para criar produtos 100% Brasileiros. A chita (tecido floral), a juta, os acessórios de metal, o design, o corte, a montagem, a costura e as costureiras, os fios, algodão e embalagem... tudo o que é usado no processo de criação de fabricação é produzido no Brasil.

3. COSTURAR cada peça à mão, ponto por ponto. Em um mundo onde devemos sempre ir mais rápido, Flor da Mata encara a "fast fashion" e se da o luxo de tomar o seu tempo. Não se trata de produção em massa, e sim de uma organização artesanal que torna cada peça única.
 

Flor da Mata trabalha em colaboração com o único fornecedor de juta que tem a certificação "Comercio Justo" (Fair-Trade) no Brazil.

Compramos a chita na fábrica mais antiga do país. 

 

4. UMA ABORDAGEM de Comércio Justo. O sucesso do projecto depende principalmente da aliança de confiança com os nossos parceiros, baseada no diálogo, transparência e respeito. Esperamos conseguir a certificação WFTO em breve (World Fair-Trade Organization).

5. ENFRENTAR um desafio ético, para pedir as boas perguntas para compreender globalmente os novos padrões de produção e consumo, a questão sobre a origem das matérias-primas, a maneira como eles foram feitos, a sua distribuição, e a se preocupar com as condições de trabalho de cada um. Queremos colocar o humano no coração da nossa organização em um país onde as noções de comércio justo e de ética estão ainda em um estágio inicial, especialmente no mundo da moda. Comprometemo-nos a longo prazo project.

6. SOLIDARIEDADE : 3% de nossos lucros são doados a cada mês a uma associação ou ONG local. Já estabelecemos o calendário para o segundo semestre de 2018 que será divulgado em breve :  consciência ambiental, atividades ao ar livre para os jovens com mobilidade reduzida, a preservação de espécies animais, entre outros.

Porque nós nos preocupamos com a vida da nossa comunidade.

 

 

7. LUTAR contra o excesso de produção : somos a favor de um ciclo de produção LENTO , sem "fim-de-série", sem "queima de estoque" , e sem nova coleção toda hora. Queremos avaliar em tempo real a demanda e adaptar a oferta. Queremos transmitir através de nossos acessórios alguns valores e emoções : a coragem, o orgulho, a paixão.

8. RECICLAR de tudo o que podemos. A solução que encontramos para prolongar o ciclo de vida de nossos materiais se chama o Banco de Tecido. Apesar dos quebra-cabeças na hora do corte, às vezes, não conseguimos usar todas as pecinhas. Esta iniciativa local e criativa recupera retalhos de tecido, limpa, organiza e oferece uma segunda vida para eles!

9. A RASTREABILIDADE dos materiais é um objetivo que nós queremos muito alcançar em breve. Ainda é difícil saber de onde vêm alguns pequenos acessórios de metal, mas não vamos desistir e continuar a investigação. Estamos também trabalhando sobre a "transparência de custos". E logo logo estaremos tornandoo públicos os custos para cada produto para que você possa se sentir ainda mais perto das mãos que criaram o seu acessório.